18 de ago de 2011

Visita tecnica!


Os jovens receberam uma imagem contendo imagens deles em explorações e deveriam a partir daí contar uma historia cada dois jovens recebeu a mesma imagem, a ideia era mostrar que a mesma imagem ou fato tem diferentes formas de serem relatados.Ah e vale lembra também que recebemos a visita da Ana Borges que trocou uma idéia legal com os jovens.No final eles trocaram as historias e um leu a historia do outro.


 Neste dia que nós saímos aconteceu uma coisa muito estranha estávamos saindo tranquilamente conversando até que todo mundo parou e perguntamos: cadê a educadora? Ficamos sem saber o que fazer, procuramos de um lado e do outro, mas não achamos. Lembramos que a educadora estava com os nossos bilhetes únicos, tivemos que nos virar para arranjar dinheiro para ir embora até que escureceu e conseguimos o dinheiro para irmos embora quando estávamos no terminal achamos a educadora no banheiro, roxa, inchada e saiu tonta, perguntamos onde ela foi e ela respondeu: fui c@g@.
Então fomos embora quando íamos pegar o ônibus todos passamos menos a educadora porque ela deu descarga nos bilhetes.
Moral da história: C@gU# com o bilhete na mão.
Leonardo
 Era uma vez, no centro da cidade um grupo de jovens que estavam andando para conhecer alguns lugares, todos estavam gostando do passeio, mas já estavam se cansando até que resolveram parar pra descansar em uma praça de alimentação, se alimentaram descansaram e depois continuaram a caminhada até que chegaram ao Vale do Anhangabaú. Eles adoraram porque lá tinha umas pessoas que desenhavam o que as outras quisessem e cada um pediu o seu retrato e ficou idêntico.
                                                                                     Edilaine O.



 Cenários diferentes
Era uma vez um grupo de amigos a caminho de novas descobertas, em busca de novas explorações, durante essa exploração o grupo encontrou cenários totalmente diferentes, de um lado a pobreza de moradores de rua e do outro a riqueza de empresários e executivos que circulavam pelo local e em meio esses dois cenários estavam os jovens meio perdidos, cheios de duvidas e indignados com tanta injustiça, enquanto uns tem tanto outros não tem nada e vivem contando com a sorte para terem mais um dia de vida.
Esses jovens voltaram dessa exploração cheios de idéias para mudar aquele cenário e com a certeza de que em um futuro próximo o mundo não seja tão injusto.
Iris Pereira Porto. 


Educadora Dayse PJU-Mina-manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário